WhatsApp 67 99257-1994
Pré-cadastro
WhatsApp 67 99178-7322
Orçamento
67 3025-8100
Outras Informações

Artigos

Saúde, bem estar, alimentação saudável e medicina.

Será que a música tem efeitos sobre o nosso cérebro?

Pesquisadores descobriram que a música tem um potencial positivo em nossa saúde física e mental

A medicina, a ciência e a tecnologia evoluem todos os dias. Mas apesar de toda a evolução que vivenciamos nos últimos anos, o cérebro humano continua sendo um grande mistério. A cada experiência, o nosso cérebro é impactado de forma irreversível, criando conexões que resultam em aprendizados que vão permanecer com a gente de forma definitiva. Pensando nisso, a equipe do Bioclínico começou a se questionar: será que a música tem algum efeito sobre o nosso cérebro? E saímos em busca de estudos e pesquisas para dividir com os nossos leitores.

Temperamento, estresse, imunidade e interações sociais

O Dr. Daniel J. Levitin é um famoso médico, pesquisador e neurocientista canadense que já realizou mais de 150 estudos sobre o efeito da música sobre o cérebro humano. Em suas publicações, relata que encontrou evidências convincentes de que a música pode desempenhar um importante papel na saúde, não só física como mental. As suas pesquisas mostraram os mecanismos neuroquímicos pelos quais a música tem um efeito em quatro aspectos do ser humano: temperamento, estresse, imunidade e interações sociais.

Alguns resultados dos testes durante a pesquisa:

Saúde: certas músicas elevaram a produção de imunoglobulina A, um anticorpo essencial para a defesa do nosso organismo, e de células brancas, que atacam invasores como bactérias e germes.

Stress: ao ouvir ou tocar música, os voluntários da pesquisa também apresentaram a redução dos níveis de cortisol, mais conhecido como o hormônio que causa o estresse.

Humor: durante os testes, a música também elevou os níveis de oxitocina, um hormônio ligado ao bem-estar no corpo, e também conhecido como “a droga do amor”, por ser liberado quando estamos próximos a pessoas que amamos, melhorando o humor das pessoas e facilitando as interações sociais.

A partir dos dados obtidos na pesquisa, podemos certificar que a música tem um potencial muito positivo na qualidade de vida do ser humano. Afinal, quem canta seus males espanta!

Selecionamos alguns aplicativos gratuitos para ouvir música no celular e no computador:

Deezer

O Deezer é um aplicativo gratuito que permite descobrir e ouvir músicas de maneira bem divertida e interativa, através de um serviço de streaming. Você pode curtir suas músicas e estações de rádio preferidas e compartilhar o que quiser com seus amigos.

Rdio

O Rdio é um app de streaming de áudio que disponibiliza cerca de 20 milhões de músicas online com atualizações semanais. Nele, você encontra desde lançamentos, até músicas populares e até sucessos clássicos e eruditos.

SoundCloud

SoundCloud é um aplicativo muito útil pra quem gosta não só de ouvir música, mas também compartilhá-las com os amigos e gravá-las. Você pode capturar o som e compartilhá-lo em privado ou publicamente no Facebook e Twitter, ou até mesmo usá-lo para check-in no Foursquare.

Spotify

O Spotify é uma plataforma de streaming de músicas. O serviço tem mais de 30 milhões de músicas e permite conhecer novas canções e artistas, descobrir o que os seus amigos estão ouvindo e separar suas músicas preferidas em playlists. Está disponível no Brasil e em diversos países.

TuneIn Radio

O TuneIn Radio é um aplicativo que usa a conexão à internet para levar até seu dispositivo rádios do mundo inteiro. Seu grande diferencial é o suporte para múltiplas plataformas, incluindo Android, iOS, BlackBerry, Windows Phone e Windows e até serviços de streaming pela TV como Google TV.

*Os resultados do estudo foram publicados no periódico Trends in Cognitive Science, (Medical XpressTrends in Cognitive Science), em 2013.

Mais informações, pesquisas e estudos podem ser encontrados no site do médico: http://daniellevitin.com/publicpage/

 

Deixe um Comentário