WhatsApp 67 99257-1994
67 3025-8100
contato@bioclinicoms.com.br

Artigos

Saúde, bem estar, alimentação saudável e medicina.

Cuidados com alergia durante o inverno

A chegada das baixas temperaturas muda o estilo de vida: roupas pesadas saem do armário, as pessoas ficam mais tempo em casa e aparece a preocupação com as doenças relacionadas ao inverno. Entre os problemas mais comuns está a alergia, uma doença crônica que se manifesta como rinite ou asma brônquica.

No inverno, a imunidade do organismo pode ficar mais baixa, aumentando a chance de crises alérgicas. Além disso, as roupas e cobertas, que geralmente ficam guardadas, podem ter grande quantidade de ácaro ou mofo. Essas circunstâncias acabam desencadeando as crises alérgicas. E é preciso ter atenção porque os sintomas são muito parecido com os da gripe e resfriado: tosse insistente, coriza e espirros.

O diagnóstico da alergia é feito com base no histórico familiar, hábitos e ambiente em que o paciente vive, por exemplo, se é uma grande cidade poluída ou em uma área rural com presença de pólen. O médico também tem como recurso o teste alérgico cutâneo que detecta a quais substâncias o paciente tem sensibilidade. Outra alternativa é o exame de sangue RAST que aponta a quais substâncias o paciente tem alergia.

Alguns cuidados podem evitar as crises alérgicas, como lavar roupas e cobertas antes de usar, deixar janelas abertas para o ar circular e o sol entrar na casa, evitar usar espanadores e fazer a limpeza da casa com pano úmido.

As crises da doença são medicadas com anti alérgicos, no caso da asma é recomendado broncodilatadores. Mas há tratamentos para a alergia. Após a identificação de qual alérgeno o paciente é sensível, é desenvolvida uma vacina, as doses são aplicadas semanalmente por período definido pelo médico.

Portanto, se você está sofrendo com crises recorrentes ou suspeita que pode ter tido alergia ao invés de gripe, é importante ficar atento à rotina para identificar possíveis causadores da reação alérgica e procurar um médico para o diagnóstico e tratamento adequados.

Deixe um Comentário